Uma profissão em ascensão e que merece reconhecimento

08 Novembro 2013 13:29:31

Maikon Ferreira
Foto: Divulgação

Brasil um eterno canteiro de obras, construções à direita e a esquerda, pra cima e pra baixo, até em nossa cidade, bairro e rua... mas apesar do desconforto, trazem modernidade e conforto às nossas cidades. Um segmento que cresce em números e proporções gigantescas e por vezes nos enchem de orgulho, veja o porquê nos números:

 Temos notícia que inúmeras construtoras têm incentivado seus colaboradores a investirem nos estudos através de ações como a criação de salas de aula e bibliotecas dentro dos terrenos em obras. O levantamento feito pelo IBGE em 2002 mostra que quase dois terços dos ocupados no setor (63,6%) não haviam concluído o ensino fundamental (tinham menos de oito anos de estudo), e apenas 36,1% tinham chegado ao ensino médio. Atualmente, um quarto dos trabalhadores do setor tem 11 anos ou mais de estudo (26,6%), índice que equivale a 442,8 mil profissionais.

 Com o aumento da profissionalização, o setor oferece salários cada vez maiores. O levantamento feito pelo Ministério do Trabalho com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que o salário inicial dos trabalhadores formais da construção civil aumentou 35% entre 2003 e 2010, em valores já deflacionados.

 Mesmo com a crise econômica que atingiu o mundo nos últimos 20 meses, o setor da construção segue em ascensão. O número de trabalhadores no setor cresceu 23% desde 2002, e deverá continuar a crescer tendo em vista as obras de infraestrutura envolvendo a realização de eventos internacionais como a Copa de 2014 e as Olímpiadas em 2016. O aumento das contratações é acompanhado de uma elevação na formalização do mercado de trabalho. Nos três primeiros meses de 2013, foram criados 127.694 empregos formais na construção civil em todo o país, segundo dados do Caged.

 Tradicionalmente ocupado por homens, é notável a maior presença das mulheres no ramo da construção civil. Apesar dos números não serem recentes (2008), dados estatísticos relacionam o gênero dos trabalhadores ocupados com o setor, registraram 240 mil mulheres nos canteiros de obra.

 Além da capacitação realizada pelos sindicatos e pelas próprias empresas, a previsão da Câmara Brasileira da Indústria da Construção estima que 146,8 mil brasileiros serão capacitados até o fim deste ano para atuar no setor da construção. A maioria dos alunos é beneficiada pelo Programa Bolsa Família.

 Por tudo isto e muito mais, resta-nos estender nossos cumprimentos a este nobre profissional da Construção Civil e desejar que continuem sua luta em prol do progresso e do desenvolvimento do nosso país.

 Maikon Ferreira
Empresário da Franquia Casa do Construtor

 

Imagens

3192718256.png
3729519686.jpg
Capturar.PNG

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal O Riossulense