Assembleia do SINSPURS define com futuro prefeito as férias dos servidores de Rio do Sul

01 Dezembro 2016 11:46:27

A assembleia realizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio do Sul e Região (SINSPURS) nesta terça-feira 29, em Rio do Sul, conseguiu encaminhamento importante às férias dos servidores municipais rio-sulenses.

Com 170 participantes e a presença do futuro prefeito, José Thomé, e do atual secretário de Administração, Givanildo Silva, foi possível assegurar acordo estabelecido na mesa de negociação de que os servidores poderão gozar suas férias a partir do dia 2 de janeiro de 2017.

Surgiu impasse quando o secretário Givanildo disse que a atual administração deixaria tudo encaminhado. O futuro prefeito questionou dizendo que as férias deveriam ser ainda no período da atual administração. Após amplo debate e argumentos de membros da Comissão da Mesa de Negociação da Pauta e de servidores, Thomé assumiu o compromisso de deferir as férias a partir do dia 2 de janeiro de 2017. No entanto, fez ressalva de que o pagamento de um terço de férias antecipado, conforme determina a Lei Complementar 329/2016, de que deve ser pago com dois dias de antecedência ao início do período de férias, não será possível cumprir e que o pagamento deve ser feito de 10 a 25 de janeiro. José Thomé, na condição de vereador, questiona a constitucionalidade dessa Lei.

Diretores do SINSPURS avaliam que houve avanços na negociação e o servidor pode se programar para tirar suas férias sem ser surpreendido. Foi lembrado que nos últimos anos as férias eram pagas em fevereiro e que, inclusive, o Departamento Jurídico do Sindicato teve que ser acionado para garantir esse direito.

Para a presidenta do SINSPURS, Marilene Back Espindola, a forte presença dos servidores foi fundamental ao encaminhamento. “Unidos mostramos a força que temos”, frisou.

Além dos diretores do SINSPURS presentes na Assembleia, e das autoridades citadas, participaram os membros da Comissão da Mesa de Negociação da Pauta: as servidoras Marlise Fronza, Deise Montibeler e Adelaide Vanderlinde da Silva e os servidores Valdeci Hostmann, Augustinho Ignácio, Jelino Francisco Heiderscheidt, Carlos Alberto da Silveira, Claudinei Paterno e Tiago André de Souza. A representante do setor de Recursos Humanos (RH), Laiana da Silva Ossemer, também estava presente. Ela participa da mesa de negociações. A Assembleia ainda contou com a presença do advogado Rodrigo de Souza, assessor jurídico do SINSPURS, que auxiliou toda a discussão sobre as férias dos servidores. O advogado também participa das negociações da Pauta de Reivindicações 2017.

Reposição salarial

A presidenta do SINSPURS explicou que a mesa de negociação da Pauta de Reivindicações 2017 vai continuar se reunindo no próximo ano e que já foi possível garantir alguns itens da pauta. “A prefeitura vai repassar o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de novembro, acumulado nos últimos 12 meses, e aos professores será integralmente repassado o índice do Piso Nacional do Magistério. Se o índice do Piso ficar abaixo do INPC, então será usado esse indicador para assegurar a reposição inflacionária também aos professores”, informou Marilene.

3192718256.png
3729519686.jpg
Capturar.PNG

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal O Riossulense