Polícia investiga denúncia de CAIXA 2 na coligação que elegeu Thomé

08 Novembro 2016 18:27:51

Delegado Daniel.JPG
Foto: Aurio Gislon
Delegado Regional de Polícia, Daniel Zucon

Dinheiro não contabilizado teria sido utilizado pela coligação liderada pelo PSDB em Rio do Sul

As eleições municipais parece que ainda não terminaram em Rio do Sul. Suspeitas de irregularidades estão sendo investigadas pela Polícia Civil do município por determinação judicial. Seis mandados de busca e apreensão ocorreram na quinta-feira, 3 de novembro. Os policiais buscavam documentos, celulares, computadores e arquivos em três residências e dois escritórios.

A investigação é sobre a suspeita de Caixa 2, o chamado dinheiro não contabilizado ou por fora, que o candidatos utilizam em suas campanhas e não declaram formalmente à Justiça Eleitoral.

De acordo com informações vazadas à imprensa local, a suspeita seria de que a Coligação “Renovação e Trabalho para Crescer”, liderada pelo PSDB, teria recorrido a esta prática ilícita, que poderia inclusive, anular as eleições de 2 de outubro na capital do Alto Vale. O Delegado Regional de Polícia, Daniel Zucon, concedeu coletiva à imprensa mas não deu maiores detalhes porque o processo corre em segredo de justiça.

Após o recolhimento dos documentos, em cumprimento aos mandatos judiciais, a Polícia Civil terá 30 dias para concluir o inquérito e encaminhar o resultado à Justiça Eleitoral. O delegado ainda disse que, com base em análise dos documentos apreendidos, poderá haver outras diligências, inclusive com prisão.

3192718256.png
3729519686.jpg
Capturar.PNG

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal O Riossulense