Alerta da Defesa Civil de Santa Catarina

08 Outubro 2015 17:14:46

Em coletiva com a imprensa, Defesa Civil alerta para fortes chuvas em todo o Estado de quinta a domingo

Tempestade

Em coletiva com a imprensa na tarde desta quinta-feira, 8, o secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, alertou para tempestades severas que estão previstas para os próximos quatro dias começando nesta quinta e permanecendo até domingo, 11. São esperados 150 milímetros em média em todo o Estado e o acumulado pode chegar a 300 milímetros no Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul. Participaram da coletiva a meteorologista do Ciram, Maria Laura Rodrigues; o analista de Pesquisa e Extensão Rural do Ciram, Gerson Conceição; o gerente do Ciram, Edson Silva; o diretor de Prevenção Defesa Civil SC, Fabiano de Souza .

“É um volume grande de chuva em poucos dias, principalmente de quinta a sexta. Temos os instrumentos da barragem, os aparelhos meteorológicos e o radar a nosso favor, enfim toda a estrutura da Defesa Civil organizada nos municípios para que possamos levar a informação correta à população e minimizar os efeitos dessas chuvas”, destacou o secretário.

Hobus explicou que várias medidas já foram tomadas na região do Vale do Itajaí, atingida em 2011 com enchentes principalmente o município de Rio do Sul. “Nesse momento não há nenhum indicativo que ocorram cheias na região como foi em 2011. Todos os reservatórios daquela região estão com cerca de 95% da capacidade disponíveis”.

O secretário adjunto da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, destacou as obras de sobrelevação da barragem de Ituporanga que passou de 29 para 31 metros, aumentando em 20% da sua capacidade de retenção de água. “Em Taió estamos fazendo o mesmo trabalho na barragem e quando concluída teremos um aumento de 18% da sua capacidade de retenção de água”.

A Defesa Civil informou ainda que vai orientar nas cotas de rio durante todo o evento no final de semana e que todas as equipes de resposta já estão mobilizadas em todo o Estado. Os técnicos alertam ainda para as casas que são construídas nas encostas, para observar qualquer movimento de terra ou rochas próximas as residências, além da inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. “Nesses casos recomendamos que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros”, explicou Fabiano de Souza.

Apesar de a previsão apontar uma média de chuva de 150 milímetros em Santa Catarina, os meteorologistas afirmam que para Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul o volume acumulado a partir desta quinta, 8 até domingo, 11, pode alcançar 300 milímetros. Já na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí, Planalto Norte e Litoral Norte os valores previstos são menores com a média total de até 190 milímetros.

Gerson Conceição explicou que a partir de sábado a maré terá uma elevação um pouco maior com alturas superiores a um metro. “Isso causa um empilhamento devido ao efeito do vento na região oceânica que provoca também um empilhamento da água oceânica para a região continental que acaba elevando essa altura. Os picos serão em torno de um metro chegado a 1,2 metro. Nesse caso sugere acompanhar os níveis elevados dos rios e se a precipitação continuar de forma intensa, os moradores em áreas de risco devem sair”.


 

Imagens

3192718256.png
3729519686.jpg
Capturar.PNG

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal O Riossulense